O Fordismo

 
O Fordismo foi o sistema de produção criado por Henry Ford, em 1913, cuja principal característica é a fabricação em massa. Ford criou esse sistema  para a sua indústria de automóveis, projetando um sistema baseado em uma linha de montagem.
 
O objetivo principal do fordismo era reduzir ao máximo os custos de produção, e assim baratear o produto, podendo vender para o maior número possível de consumidores. Desta forma, nesse sistema, uma esteira rolante conduzia o produto, e cada funcionário executava uma pequena tarefa. Logo, os funcionários não precisavam sair de seu local de trabalho, resultando em uma maior velocidade de produção. Também não era necessária a utilização de mão-de-obra muito capacitada, pois cada trabalhador fazia apenas uma tarefa dentro de sua etapa de produção. 
 
Esse modelo revolucionou a indústria automobilística a partir de janeiro de 1914, quando Ford introduziu a primeira linha de montagem automatizada. Suas fábricas eram totalmente verticalizadas e sua obsessão era tornar o automóvel tão barato que todos poderiam comprá-lo.
 
O fordismo foi o sistema de produção que mais se desenvolveu no Século XX, sendo responsável pela produção em massa de mercadorias das mais diversas espécies.
 
 
Fonte: Wikipedia
 
 
No fordismo, sistema de produção criado por Ford, que introduziu a linha de montagem de veículos, nos anos 10, cada funcionário desempenhava uma pequena tarefa no processo