Carro de cânhamo

 

Henry Ford inovou completamente o mercado quando utilizou matéria-prima renovável. Na época da grande depressão, os fazendeiros foram fortemente afetados. Em pouco tempo, poucos clientes podiam pagar por novos camionetes ou tratores. "Se o fazendeiro quer ser nosso cliente, iremos descobrir um método para que ele seja." Ford dizia.

Ford descobriu um jeito de relacionar a produção agrícola aos processos industriais, e assim todos lucrariam. Depois de estudos, descobriu-se que dava para encaixar as plantas na maior parte da produção do carro. Ele chegou a tal ponto, após 12 anos de pesquisa, que afirmava que no futuro conseguiríamos fazer com que brotassem carros produzidos inteiramente com produtos agrícolas. 

"Recentemente, quando Henry Ford revelou seu carro de plástico, resultado de 12 anos de pesquisa, ele mostrou ao mundo como seriam os carros do futuro, painéis resistentes moldados em pressão hidráulica de 680kg por polegada quadrada. 70% de fibra de celulose de cânhamo, sisal, palha de trigo e 30% de resina é a receita.", dizia o texto de um jornal da época.

Biocombustíveis, como biodiesel e o álcool, podem ser feitos a partir do óleo das sementes e do caule de cânhamo, assim como a fermentação da planta como um todo. Eles são conhecidos como "hempoline". Biodiesel de maconha tem uma queima mais limpa e não é tóxica.

Réplica (resina, escala 1:18) do carro de cânhamo industrial desenvolvido por Ford, nos anos 40

 

Henry Ford cultivou cânhamo industrial em seu estado após 1937, possivelmente para provar como a produção de metanol era barata. Ele fez carros de plástico com sisal, palha de trigo e com o tão popular cânhamo.

E em 1941, Henry Ford usou celulose de cânhamo e de coqueiro para confeccionar os seus carros de plástico. Além de ser 100% ecológico, o carro provou ser mais resistente a marretadas do que os carros comuns Enquanto o plástico derivado do petróleo é tóxico e, como sabemos, não-biodegradável, o plástico derivado da celulose das plantas é totalmente "limpo".

 

Fonte: Blog “O imperador está nu”

 

Henry Ford queria provar que o carro feito deste material era à prova até de marteladas

Anúncio sobre a invenção de Ford em jornal de Detroit, na época

VÍDEO SOBRE O FORD HEMP CAR